Junho - 2017



Sarau Ginga (de)versos: Homenagem à Carolina Maria de Jesus
03 de Junho (sábado), às 15h00

​O Sarau Ginga (de) versos é um espaço de literatura, cultura, música e arte em diálogo com o acervo do Museu Afro Brasil. A cada edição, elegemos uma temática ou um nome da nossa literatura, com ênfase a produção literária afro-brasileira. Em junho, a homenageada é a escritora Carolina Maria de Jesus. Após 40 anos de seu falecimento, nos reuniremos em roda para lembras de sua trajetória, honrar sua memória e gingar seus versos. Traga suas poesias, suas composições ou venha mesmo sem elas, para que possamos, juntos, conhecer a obra fundamental da autora brasileira.

Atividade gratuita
Duração: 2h00
Público-alvo: infanto-juvenil
Inscrições: eventos.educacao@museuafrobrasil.org.br


Visitas para grupos espontâneos
04 de Junho (domingo), às 14h00
11 de Junho (domingo), às 14h00
18 de junho (domingo), às 14h00

​​Aos domingos, as visitas para o público espontâneo terão como foco temas relativos aos núcleos que compõem a exposição de longa duração e que abordam a História, Memória e Arte dos brasileiros a partir da perspectiva afro-brasileira. 

As visitas são realizadas com grupos de, no mínimo, 5 e, no máximo, 20 pessoas de todas as idades.
Para participar, é necessário chegar com 15 minutos de antecedência ao horário programado e procurar o setor de acolhimento.
Duração: 1h30
Público-alvo: infanto-juvenil
Aos domingos, o ingresso ao Museu Afro Brasil é pago. Valores e política de gratuidade estão disponíveis em nosso site.


Nsaka Za Bana
10 de Junho (sábado), 14h00

A partir de uma breve visita ao museu e tomando como ponto de partida a localização geográfica, aspectos históricos e linguísticos do Congo, os educadores conduzirão discussões sobre o poder da palavra. Em seguida, os participantes serão convidados a conhecer e brincar com palavras e textos curtos em Lingala e Kikongo (línguas faladas na Republica Democrática do Congo) e a experimentar movimentos corporais articulados a cantigas congolesas.

Atividade gratuita
A atividade de mediação mais a oficina serão realizadas com grupos de, no mínimo, 5 e, no máximo, 20 pessoas. Após o início da atividade, não será permitida a entrada.
Duração: 2h00
Público-alvo: infantil, as crianças devem estar acompanhadas por responsável
Inscrições: eventos.educacao@museuafrobrasil.org.br


Aos Pés do Baobá
24 de Junho (sábado), 11h00

Durante este evento de contação de histórias ou mediação de leitura, os visitantes terão oportunidade de conhecer narrativas africanas ou afro-brasileiras e, em seguida, participar de um bate-papo conduzido por integrantes do Núcleo de Educação do Museu Afro Brasil.

Atividade gratuita
Duração: 2h00
Público-alvo: Livre
Inscrições: eventos.educacao@museuafrobrasil.org.br



Oficina "Bumba, meu boi!"
24 de Junho (sábado), às 14h00

O Bumba-meu-boi é um dos folguedos mais tradicionais do país e existe em quase todas as regiões brasileiras. Venha descobrir o que faz de junho um mês especial para esta manifestação cultural. A oficina "Bumba, meu boi!" tem como objetivo propiciar uma reflexão sobre o processo artístico de produção de conhecimento e imaginário coletivo dentro dessa festa, a partir da confecção e ornamentação de um couro de boi. A oficina é voltada para todos os públicos e é uma excelente forma de conhecer o acervo do Museu Afro Brasil e todas as histórias que ele guarda.

Atividade gratuita.
Duração: 2h00
Público-alvo: Infanto-juvenil
Inscrições: eventos.educacao@museuafrobrasil.org.br



Visita Temática "Festas e festejos: a presença africana no ciclo junino"
25 de Junho (domingo), 14h00

Junho é um mês de muitas festas! Ao longo deste mês, diferentes regiões do Brasil expressam suas cores, ritos e histórias por meio de muita dança, música e culinária. Quais as regiões dessas manifestações culturais? Para encerrar o mês, venha conhecer aspectos presentes na festa junina em todo o país como: Mastro de Santo, fogueira, santos junino, danças típicas, relacionando estes afazeres às suas matrizes africanas.

As visitas são realizadas com grupos de, no mínimo, 5 e, no máximo, 20 pessoas de todas as idades.
Para participar, é necessário chegar com 15 minutos de antecedência ao horário programado e procurar o setor de acolhimento.
Duração: 1h30
Público-alvo: infanto-juvenil
Aos domingos, o ingresso ao Museu Afro Brasil é pago. Valores e política de gratuidade estão disponíveis em nosso site.


BUSCA

O Museu está aberto o ano todo, com exceção das seguintes datas:

  • 24 e 25 de dezembro
  • 31 de dezembro
  • 1º de janeiro