Informações sobre agendamento de Visitas

O Núcleo de Educação do Museu Afro Brasil, com o intuito de promover uma boa visita e permanência no espaço expositivo, esclarece informações sobre o agendamento e visitas educativas.

1. Agenda de horários para atendimentos acompanhados por educadores é aberta ao público no primeiro dia útil de cada mês para marcação de visitas no mês seguinte. (as visitas são agendadas, com aproximadamente, um mês de antecedência).

2. O agendamento deverá ser solicitado sempre pelo e-mail: agendamento@museuafrobrasil.org.br

3. Devido à pandemia da Covd-19, o agendamento de visitas deve ser feito em comum acordo com o Núcleo de Educação do Museu Afro Brasil. Tal medida visa preservar a saúde de usuários e funcionários

4. Visitas em grupo deverão ser limitadas a 10 pessoas, respeitando os termos dos protocolos sanitários estabelecidos pela prefeitura, conforme PORTARIA PREF 1.041, DE 2 DE OUTUBRO DE 2020.


5. Ao solicitar agendamento de uma visita, é necessário informar:

  • Data e horário desejado (indique, por favor, mais de uma opção de data e horário);
  • Número e faixa etária dos visitantes – (a cada horário agendamos, no máximo, 80 visitantes)
  • E-mails, telefones de contato e nome do solicitante do agendamento;

6. Se há, no grupo, pessoas com alguma deficiência. Por favor, especifique qual a deficiência e se o visitante necessita de algum recurso especifico para que possamos criar as melhores condições para a realização de uma visita adequada;

7. Data, horário da visita e número de pessoas agendadas serão confirmados por email pelo Núcleo de Educação.

8. A confirmação da visita será realizada via ofício, documento que será solicitado pelo setor de acolhimento do Museu Afro Brasil no dia da visita.

9. Com a confirmação da visita você receberá um questionário, que deverá ser preenchido e enviado por e-mail para o setor de agendamento. Preencha esse documento com cuidado e não deixe de enviá-lo no prazo solicitado. Ele é fundamental para a preparação da visita, de acordo com o perfil de cada grupo.

10.Confira, no site do Museu, as informações sobre gratuidade de ingressos.
(www.museuafrobrasil.org.br)

Outras Informações Importantes:

  • Não oferecemos transporte ou alimentação;
  • A visita tem duração de 1h15 e não será interrompida antes de seu término, salvo em situações imprevistas;
  • Limite de 10 visitantes por grupo
  • Recomendamos que bolsas e mochilas permaneçam no veículo para facilitar o ingresso do grupo;
  • É proibido correr, gritar, e tocar nos objetos expostos.

ATENÇÃO:

Caso necessite de comprovação de que esteve no Museu Afro Brasil (carimbo), o visitante deverá apresentar documento oficial da instituição à qual está vinculado (ex.: ETECs, Universidade, Faculdade, Centros de Estudos etc.)

O Núcleo de Educação do Museu Afro Brasil oferece atendimento especial para professores de todas as áreas do conhecimento, tanto da rede pública quanto privada, ligados à Educação Infantil, Fundamental I e II, Ensino Médio e Superior. Essa programação está disponível também para educadores vinculados a organizações que atuem na formação complementar de crianças, adolescentes e adultos.

Atendendo a grande demanda por recursos e conhecimentos relacionados à implantação da lei 10.639/03 que prevê o ensino de conteúdos referentes à História e Cultura Afro-Brasileira no âmbito de todo o currículo escolar, o Museu Afro Brasil oferece em sua programação educativa ações voltadas para reflexão sobre tais conteúdos, sempre tendo como ponto de partida sua exposição de longa duração ou as mostras temporárias.

Acompanhe nossa programação, visite o site do Museu Afro Brasil e a página do facebook.

BUSCA

Localizado no Parque Ibirapuera, em São Paulo, e inaugurado em 23 de outubro de 2004, o Museu Afro Brasil nasceu por iniciativa do artista plástico e curador Emanoel Araujo, a partir da doação de sua coleção particular.


O Museu está aberto o ano todo, com exceção das seguintes datas:

  • 24 e 25 de dezembro
  • 31 de dezembro
  • 1º de janeiro