Alteração do nome do Museu Afro Brasil para
Museu Afro Brasil - Emanoel Araujo




  
A Associação Museu Afro Brasil, Organização Social de Cultura que administra o Museu Afro Brasil, em escuta à sociedade e atendendo ao chamamento de artistas, amigos e parceiros do Museu Afro Brasil, propõe esta petição para angariar apoios em seu pleito junto à Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Estado de São Paulo, na pessoa do Secretário Sérgio Sá Leitão, de renomeação do Museu Afro Brasil para Museu Afro Brasil - Emanoel Araujo, artista plástico e escultor, como uma justa homenagem ao criador dessa instituição que faleceu em 7 de setembro deste ano. 

O Museu Afro Brasil, localizado no Pavilhão Padre Manoel da Nóbrega no Parque Ibirapuera, administrado pela Associação Museu Afro Brasil, é uma instituição pública vinculada à Secretaria de Estado da Cultura e Economia Criativa de São Paulo e subordinada ao Governo do Estado de São Paulo. 

O Museu Afro Brasil foi idealizado por Emanoel Araujo e, após anos de luta e esforço pessoal, foi inaugurado em 2004 a partir de seu acervo particular. O artista foi diretor e curador da instituição ao longo de seus 18 anos de existência. Sua dedicação incansável e sua genialidade contribuíram para a valorização da cultura africana, afro-brasileira e, de maneira mais ampla, afrodiaspórica, ao revelar a inventividade na produção de artistas brasileiros e internacionais, desde o século XVIII até a contemporaneidade.

A Associação Museu Afro Brasil acredita que renomear a instituição, para incluir, expressamente, o nome de Emanoel Araujo, é uma forma de reconhecimento diante de tudo que esse artista representa para a cultura brasileira e mundial, e um gesto simbólico como presente pelo seu aniversário de nascimento em 15 de novembro.

Se você concorda conosco, clique aqui para assinar!
BUSCA

O Museu está aberto o ano todo, com exceção das seguintes datas:

  • 24 e 25 de dezembro
  • 31 de dezembro
  • 1º de janeiro